De Salvina a 5 de Janeiro de 2012 às 10:23
Gonçalo,
Eu só te vi uma vez. Foste-me apresentado pelo teu pai. Não fiz parte da tua vida, mas senti sempre a tua presença. Sabia que eras uma das fortalezas do meu amigo João. Vi-te através dos seus olhos e, através desses olhos, passei a admirar-te.
Partiste precocemente e sem aviso.
Estejas onde estiveres - e porque o amas - protege-o, dá-lhe forças, derrama o teu amor por ele em todas as suas noites de insónia...
Pela minha parte, só te peço uma coisa: ajuda-me a ajudar o teu pai.
Um beijo da
Salvina
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres