Domingo, 27 de Novembro de 2011

Cadernos Suspensos no Armazém 13

As vicissitudes do dia levaram-me à porta do Armazém 13
Pareceu-me ser uma boa maneira para começar a escrever, mas não inteiramente correcta, a realidade é que já há muitos meses devia a mim mesmo uma ida ao Armazém 13. 
Ora bem, quis o destino que eu abrisse o facebook e visse lá um post que falava do facto de hoje ser a última performance dos "Cadernos Suspensos" e eu resolvendo quebrar um dia mais ou menos amorfo, lá me meti a caminho. 
Portanto havia que vencer o desafio de dar com o sítio!

As indicações que tinha é que seria mesmo junto à Junta de Freguesia de Benfica, num antigo armazém. Ora isto dito assim parece simples, contudo é preciso ir com alguma atenção para conseguir ver o cartaz que indica o sítio (especialmente depois de anoitecer), portanto escusado será dizer que andei por lá a pedir indicações. Enfim nada do outro mundo, mas que convêm saber se formos assim um pouco em cima da hora. Ponto positivo, o local do Armazém 13 providência estacionamento (a pagantes claro). 
O espaço do Armazém... tenho de admitir que esperava algo maior - não faço ideia porquê, não tinha qualquer razão para isso - mas o espaço é acolhedor e a zona de bar é porreirinha apesar de não ter bebido nada (quando escrevi aquilo sobre chegar em cima da hora foi fruto de experiência em primeira mão). 
Sobre a questão dos lugares... Convém lembrar que este é um espaço multiusos de orçamento reduzido, portanto temos a bela da cadeirinha de plástico da esplanada e uns sofás porreiros. Eu olhei para os sofás vazios e instalei-me logo. Isto foi parvo. Devia era ter procurado a bela da cadeirinha de plástico porque os sofás ficam tão para trás que não se consegue ver a totalidade do palco, portanto a opção foi ficar em pé. Não é que venha algum mal ao mundo disso, mas é um factor a ter em conta em futuras idas.

Enfim já estou farto de escrever e ainda nem comecei a falar do espectáculo em si, coisa que irei ractificar já de seguida.

As palavras "muito bom" e "excelente" digladiam-se na minha mente para vir parar a este texto, como eu não gosto de conflitos inúteis resolvi começar logo com as duas. Repleto de imagens lindas (tivesse eu levado a máquina fotográfica, e dessem-me eles a autorização, tinha saído de lá repleto de imagens absolutamente fantásticas, e aqui falo desde a coisa mais simples como alguém a levar uma moldura até às acrobacias mais complexas que eu nem sei explicar bem, contudo resolvi respeitar e aproveitar-me do nome "Cadernos Suspensos" e resolvi levar um dos meus e dedicar-me a desenhar um pouco. Foi complicado desenhar sem perder nada do que se estava a passar, mas enfim... deixo aqui alguns dos desenhos feitos no momento.

"Cadernos Suspensos, 13ª edição,  é uma viagem inspirada na obra O Senhor Valéry de Gonçalo M. Tavares. A companhiaArmazém 13 apresenta um     espetáculo de circo contemporâneo em que as fronteiras artisticas diluem-se criando um universo onde da folha branca de papel surge a côr da nossa mente. É a possibilidade de nós próprios escrevermos o livro da vida. É a imaginação como impulso para preencher o vazio e fazer do sono uma porta para o sonho e a ilusão.

Dos pés no chão ao vôo num piscar de olhos, do rascunho e da sombra ao onírico real." (podem encontrar no link fotos oficiais dos "Cadernos Suspensos")

Tenho de admitir que a história passou-me um pouco ao lado, o que me interessava não era isso... Apesar de eu gostar de saber que havia uma linha condutora, bem visível por toda a performance, que foi respeitada entre malabarismos, contorcionismos, e outras coisas que tais, fazendo que seja um espectáculo muito bem estruturado e pensado do inicio ao fim. Isto dá um resultado completamente diferente do que estamos habituados a pensar como norma de circo em Portugal. 

Há espaços recentes que vieram contribuir e muito para a subida da fasquia cultural de Lisboa, o Armazém 13, com espectáculos desta qualidade, pode dizer com orgulho que pertence a essa categoria!

publicado por Gonçalo Cardoso Dias às 23:36
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Pedro Neves a 29 de Novembro de 2011 às 18:08
Os desenhos estão fantásticos e fico cheio de pena de não ter ouvido falar deste espetáculo mais cedo.

De qualquer modo, o post já está em destaque na homepage dos Blogs do SAPO :)
De Gonçalo Cardoso Dias a 29 de Novembro de 2011 às 20:58
Obrigado Pedro, é sempre um prazer ter a tua visita cá no blog.
Sabes que isto aqui a rubrica acontece padece do mesmo defeito do programa de televisão, só fala das coisas depois delas acontecerem...
Contudo, aconselho que vás vendo a pagina do Armazém 13 porque eles vão tendo regularmente outros espectáculos.

Comentar post

.Olha nós!

.pesquisar

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Os últimos quacks!

. Um ano

. Este não é um post.

. Resoluções para 2012

. Desejos para 2012: ATÉ OS...

. 2011

. Habemus Papam

. Drive

. Isto a malta não coopera....

. Música do dia

. Felicidade em tempo de cr...

.quacks arquivados

. Dezembro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds