Segunda-feira, 19 de Setembro de 2011

Morreste-me...

... é o nome de um conto de José Luis Peixoto, mas bem que podia ser uma expressão, um inicio de conversa de quem fica para quem parte. 

 

"- Morreste-me e eu sinto a tua falta."

 

Ontem fui a mais um funeral. Já parei de os contar. Foi tudo o que se pode esperar de um funeral de alguém que partiu demasiado novo, de uma forma repentina e inesperada. Familiares e amigos completamente chocados e destroçados, muitas lágrimas, muitos gritos, muitos murmúrios, muita raiva contida dirigida a um mundo, um destino (por ventura a um deus?) que permite que coisas destas aconteçam, e apesar de tudo isto... muito amor, muita união, e na minha cabeça muita música das minhas recordações com ela. 

 

"- Morreste-me e estou à espera de te ver chegar."

 

No cemitério já depois dos rituais, muitas lágrimas, muito pranto, e comecei a pensar... por quem choramos nós na morte? Pela pessoa que faleceu, ou pelo vazio que ficou dentro de nós? Por todas as esperanças, expectativas, rotinas, brincadeiras, carinhos, pequenos maneirismos, pequenos pormenores que depositámos naquela pessoa e que simplesmente vão deixar de existir dai para a frente?

Faz-me mais sentido pensar que choramos por nós, que ficamos e temos de lidar com a falta daquela pessoa na nossa vida. Pode ser uma visão quase que limitada, quase que instintiva, egocêntrica mesmo. Mas no fim das contas nada consegue ser mais pessoal e centrado no eu do que a morte.

 

"- Morreste-me... apenas morreste-me."

publicado por Gonçalo Cardoso Dias às 12:33
link do post | comentar | favorito

.Olha nós!

.pesquisar

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Os últimos quacks!

. Um ano

. Este não é um post.

. Resoluções para 2012

. Desejos para 2012: ATÉ OS...

. 2011

. Habemus Papam

. Drive

. Isto a malta não coopera....

. Música do dia

. Felicidade em tempo de cr...

.quacks arquivados

. Dezembro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds