Quinta-feira, 24 de Novembro de 2011

Perguntas importantes para o dia de hoje: Será que os patos também fazem greve?

O dia nasce. O sol hoje não tem contestação, aparentemente o frio também não, mas isso uma pessoa arranja maneiras de contornar. Tudo quase que parece pacífico e idílico, mas não! Hoje é dia de luta! Contestação social às medidas de austeridade. GREVE GERAL! 
Pessoalmente acho que a greve como ferramenta de luta está datada e hoje em dia não faz sentido nenhum. Talvez em plena revolução industrial tenha feito, mas nos dias que correm não me parece. Até porque numa altura em que o que é difícil é pagar às pessoas, as mesmas pessoas não receberem um dia de trabalho porque resolvem manifestar-se, ou ir ao cinema, parece-me que é mesmo o que o Estado e possivelmente patrões querem. E quem se lixa é o mexilhão para não variar muito. 
Não é fácil falar sobre uma greve, é demasiado simples generalizar situações, perder perspectiva, e começar a falar sobre uma data de assuntos que são complicados só por si, quanto mais no contexto de uma greve geral. Portanto, seguindo o pensamento de Thoreau, vou simplificar a coisa:
Há razões de queixa para ela existir hoje? Sim, sem dúvida. 
Vai levar a alguma coisa? O mais certo é não. Até porque as mesmas razões pelas quais as pessoas votaram neste governo são aqueles que estão a provocar a contestação. E pior, mesmo que se mude de governo eles vão ter que fazer exactamente as mesmas coisas, por muito que prometam que não enquanto fazem parte da oposição.

 

Uma coisa é certa, tal como se tem de respeitar o direito à greve também tem que se respeitar o direito a não fazer greve. 

publicado por Gonçalo Cardoso Dias às 11:33
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Finada a 24 de Novembro de 2011 às 11:47

Muito bem dito ( escrito ).
Subscrevo todas as tuas palavras.
;)
De Gonçalo Cardoso Dias a 24 de Novembro de 2011 às 12:19
Obrigado :)
De Anónimo a 24 de Novembro de 2011 às 11:48
Deviamos era todos fazer uma greve de zelo! Chegar ao trabalho não fazer rigorosamente nada e ainda terem de pagar aos trabalhadores por terem estado um dia inteiro no trabalho. Isso é que era!
De Susana Torres a 24 de Novembro de 2011 às 11:49
Deviamos era todos fazer uma greve de zelo! Chegar ao trabalho não fazer rigorosamente nada e ainda terem de pagar aos trabalhadores por terem estado um dia inteiro no trabalho. Isso é que era!
De Gonçalo Cardoso Dias a 24 de Novembro de 2011 às 12:20
O problema da função pública com a greve de zelo é que na maioria dos casos não se ia notar a diferença...

Comentar post

.Olha nós!

.pesquisar

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Os últimos quacks!

. Um ano

. Este não é um post.

. Resoluções para 2012

. Desejos para 2012: ATÉ OS...

. 2011

. Habemus Papam

. Drive

. Isto a malta não coopera....

. Música do dia

. Felicidade em tempo de cr...

.quacks arquivados

. Dezembro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds