Quinta-feira, 27 de Outubro de 2011

Os temas da discórdia porque dá jeito

Ora bem... Estamos perto do Natal, essa maravilhosa época de consumismo desenfreado que todos nós conhecemos e amamos, contudo este ano há toda uma crise que vai fazer com que o consumo de dinheiro em coisas como livros seja menor do que é costume (pelo menos é previsível que assim seja). 
O que fazer numa altura destas? Uma solução é apostar em temas polémicos e criar marketing à volta disso para assim se conseguir vender. 
Longe de mim dizer que é isso que José Rodrigues dos Santos e a gradiva estão a tentar fazer com o seu novo livro "O último segredo", mas a verdade é que se aproxima muito desta fórmula. Leia-se este artigo no Público online.

 

(imagem retirada do artigo do público)

 

Resumindo o que se encontra por lá... José Rodrigues dos Santos foi ler umas coisas de outro autor e descobriu a pólvora. 
1) Jesus Cristo não era cristão, mas sim judeu!oh blasfémia! Então o homem nasce e cresce numa sociedade judáica naquela época e queriam que não fosse judeu??? A sério? Ok, as tantas Jesus Cristo "desaparece" e há umas quantas teorias que o "levam" para a Índia, onde terá tido contacto com religião budista e terá sido fruto dessa mescla de religiões com que Jesus Cristo terá criado a sua doutrina. Até agora isto parece-me fazer todo o sentido, mas dizer que Jesus Cristo não era judeu parece-me apenas parvoíce e não sei até que ponto a igreja algum dia terá negado isto. 
2) Maria não era virgem! - Uau! Acho que já nem durmo só de pensar nesta conclusão arrebatadora! Não tarda dizem-me que a água é molhada e o Pai Natal não existe! 
3) Existem textos fraudulentos no Novo Testamento!Duh! Claro que existem, basta ver para que é que foi criado o Novo Testamento para perceber que é óbvio que existem textos fraudulentos, contudo não basta deixar o pensamento por ai, também há que perceber porque é que esses textos foram criados dessa forma, enquadrando essa razão no tempo e na mentalidade da época. 
4) Nenhum dos autores do Novo Testamento terá conhecido Jesus Cristo em carne e osso! - Adormecem a ver o canal de História e depois acham que isto é uma grande novidade. É das únicas razões plausíveis para que alguém ache isto uma novidade. 

 

Do livro em si não sei nada, não o li, e a vontade de o ler não abunda, porque baseando-me em experiências anteriores, acho a escrita de José Rodrigues dos Santos pouco interessante e a roçar o banal, mas não digo que eventualmente não o leia. 
Contudo no meio de tanta trivialidade há uma coisa que eu concordo com José Rodrigues dos Santos, a igreja deve confiar mais na inteligência dos seus fiéis, porque de facto há coisas na religião católica apresentada pela igreja católica em que o acredita trata-se apenas de uma escolha: "serei eu mais feliz se acreditar?" e de uma forma (quanto a mim pouco surpreendente) há um grande número de pessoas que faz essa escolha de uma forma livre e consciente, portanto que tal um pouco de fé por parte da igreja católica e deixar de insistir em pontos perfeitamente irrelevantes?

publicado por Gonçalo Cardoso Dias às 16:58
link do post | comentar | favorito
|

.Olha nós!

.pesquisar

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Os últimos quacks!

. Um ano

. Este não é um post.

. Resoluções para 2012

. Desejos para 2012: ATÉ OS...

. 2011

. Habemus Papam

. Drive

. Isto a malta não coopera....

. Música do dia

. Felicidade em tempo de cr...

.quacks arquivados

. Dezembro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds